O aumento do mercado de iluminação de crescimento


As plantas não são as únicas coisas crescendo hoje em dia. O mercado de lâmpadas especiais de horticultura, as chamadas “luzes de crescimento”, deve crescer para US$ 4,19 bilhões até 2022! Essas fontes de luz são projetadas para emitir um brilho que estimula os processos ideais de fotossíntese, que é alcançado imitando-se a luz do sol e copiando o clima ao ar livre pela alteração da temperatura, a cor e distribuição espectral. Elas são perfeitas para estufas, áreas que não recebem muito sol, ou para jardineiros que não querem parar de plantar só porque é inverno.

Como resultado, a demanda por esses produtos está aumentando em locais como os Países Baixos ou Escandinávia, onde muita iluminação suplementar é necessária ao longo do ano. Outras áreas na Europa também estão adotando estes equipamentos em alta escala. Até 2022, espera-se que a Europa represente a maior parte desse mercado.

Espera-se que as luzes de crescimento com tecnologia LED, desta futura indústria multibilionárias, obtenham a maior parte de mercado. Muitos departamentos de P&D procuram desenvolver mais LEDs que possam emitir toda a Radiação Fotossinteticamente Ativa (PAR) e apresentar usos em horticulturas em breve. Esses LEDs permitirão um grande ajuste para garantir que os horticultores possam usá-los em uma grande variedade de plantas em diferentes ambientes, como cactos ou pepinos. Essas luzes especiais de crescimento também serão mais eficientes em termos de energia e contarão com uma vida útil maior, com duração de três a cinco anos.

Qualquer horticultor dedicado, pode considerar o Espectrômetro de Iluminância CL-500A ou o Medidor de Iluminância Cl-70F CRI da Konica Minolta Sensing para suas necessidades de medição de luz. Ambos também podem avaliar a luminosidade de uma fonte de luz, temperatura de cor e índice de renderização de cores (CRI), sendo que o CL-500A também possui um útil modo de medição contínua. As luzes de crescimento de LED também emitem uma grande quantidade de energia vermelha e azul, que esses medidores podem facilmente ler. Esses instrumentos podem fornecer as informações necessárias para calcular a Densidade de Fluxo de Fótons Fotossintéticos (PPFD) de uma determinada planta, garantindo que estas estejam recebendo luz suficiente e que o mínimo de luz seja desperdiçado. Graças a esses dispositivos, qualquer produtor preocupado, pode verificar a quantidade ou qualidade da luz que sua planta está recebendo a qualquer momento.

Blogs de Medição de Cor


Blogs de Medição de Luz & Monitores


Privacy Preference Center