Avaliação de Cor Instrumental


QUE TIPO DE INSTRUMENTO MELHOR SE ADAPTA À SUA APLICAÇÃO E NECESSIDADES OPERACIONAIS?

Instrumentos de avaliação de cor são ferramentas efetivas na identificação dos atributos, inconsistências ou desvios da cor em relação a um padrão. Amplamente utilizado no laboratório, pesquisa e desenvolvimento, controle de qualidade e processos de produção, existem dois principais tipos de instrumentos de avaliação de cor – colorímetros e espectrofotômetros. Ambos medem a cor de um objeto, ou amostra; todavia suas capacidades e características são muito diferentes. Este documento detalha as diferenças entre os colorímetros e os espectrofotômetros para auxiliar a sua decisão sobre o instrumento que melhor atende a sua aplicação e necessidades operacionais.

Colorímetros versus Espectrofotômetros

Colorímetros

Espectrofotômetros

Avaliam a cor de um objeto usando um filtro baseado no método Tristímulus, que mede os três componentes primários da luz – vermelho – verde – azul (RGB) correspondentes á percepção de cor do olho humano. Avaliam a cor de um objeto usando o método espectrofotométrico, que gera uma curva de relfetância espectral do objeto em todo o espectro visível.
Espaços de cor: A cor de um objeto pode ser apresentada numericamente em uma variedade de espaços de cor incluindo L*a*b*, L*C*h, Yxy, etc. Espaços de cor: A cor de um objeto pode ser apresentada numericamente em uma variedade de espaços de cor incluindo L*a*b*, L*C*h, Yxy, etc.
Dados colorimétricos: Apresenta a cor numericamente dentro de um espaço de cor. Diferenças de cor entre o padrão e a amostra também podem ser apresentados numericamente. Não fornece dados espectrais. Dados colorimétricos: Apresenta a cor numericamente dentro de um espaço de cor. Diferenças de cor entre o padrão e a amostra também podem ser apresentados numericamente ou em um gráfico de refletância espectral
Condições do Observador: Avalia a cor em um dado ângulo de visualização, normalmente 2 Graus, para assegurar condições uniformes em cada medição. Condições do Observador: Armazena os observadores padrão CIE na memória, incluindo o 2 e o 10 graus para garantir uniformidade nas condições de cada medição.
Iluminantes: Dados disponíveis  de um iluminante padrão, quer seja o Iluminante Padrão  C (luz do dia sem a região de comprimentos de onda UV) ou o Iluminante Padrão D65 (luz do dia com região de comprimentos de onda UV) Iluminantes: Dados de múltiplos iluminantes CIE são armazenados na memória do espectrofotômetro, permitindo  o calculo da cor de um objeto sob vários iluminantes (luz do dia, incandescente, fluorescente)
Avalia precisamente color com pouca saturação; ideal para comparar amostras opacas com cores similares. Avalia precisamente cores com pouca ou alta saturação, ideal para avaliação de cores opacas, translúcidas ou transparentes.
Não é ideal para a identificação precisa de propriedades metaméricas em paras de cor (cor muda sob certos iluminantes) Metamerismo: Avalia de forma precisa as propriedades metaméricas em um par de amostras para identificar se elas mudam não combinam sob certos iluminantes.
Ideal para inspeções de controle de qualidade. Ideal para formulação, pesquisa e desenvolvimento e  inspeções de controle de qualidade.

Espectrofotômetros de bancada versus espectrofotômetros portáveis.

Espectrofotômetros de Bancada

Espectrofotômetros Portáteis

Fixo

Portátil

Ideais para laboratório e ambientes de pesquisa e desenvolvimento Ideias para controle de qualidade, linha de produção ou outros ambientes onde a portabilidade é necessária

Para mais informações sobre instrumentos para avaliação de cor, por favor, visite: https://sensing.konicaminolta.us/br/

SOLICITE UMA CONSULTA DE COR HOJE

Solicite uma consulta, Especialist.Aemcor@konicaminolta.com, com um dos especialistas da Konica Minolta Sensing e aprenda como implementar um processo controle de qualidade efetivo em suas operações.

Blogs de Medição de Cor


Blogs de Medição de Luz & Monitores


Privacy Preference Center