Conceitos Básicos de Colorimetria


A cor tem uma grande importância em nossas vidas: não só influencia nossa preferência por alimentos, roupas e outros produtos, mas também pode indicar o estado de saúde de uma pessoa. Embora a cor nos rodeie constantemente, nosso conhecimento é limitado. Então, o que é cor?

A cor é uma questão de percepção e interpretação subjetiva. Várias pessoas observando o mesmo objeto obterão diferentes referências e experiências e expressarão a cor de uma maneira diferente e subjetiva.

Sin Luz no hay color.

sin luz no hay color

Luz, visión y objecto son necesarios para percibir el color.

sin luz no hay color

Atributos da cor:

  • Tonalidade: é o termo usado para a identificação primária das cores (por exemplo, vermelho, amarelo, verde etc.)
  • Luminosidade: refere-se à quão clara ou escura uma cor é em relação à sua luminosidade.
  • Cromaticidade: indica se as cores são mais ou menos saturadas.

Quando falamos sobre aparência, nos referimos aos atributos da cor (Tonalidade, saturação e luminosidade) e outros atributos físicos da aparência como brilho e textura. Ao criar escalas para tonalidade, cromaticidade e luminosidade, podemos medir as cores numericamente. Por outro lado, existem várias condições que afetam a aparência da cor, como:

  • Diferentes fontes de iluminação: luz solar, fluorescente e incandescente.
  • Diferença de fundo: A cor é mais escura em um fundo claro que em um fundo escuro.
  • Diferenças direcionais: de acordo com o ângulo de observação de um objeto.
  • Diferenças do observador: diferente sensibilidade visual das pessoas
  • Diferenças de tamanho: as cores aparecem mais brilhantes em áreas maiores.
  • Memória: afeta como as cores são lembradas.

O brilho, por outro lado, é uma propriedade superficial próxima à refletância especular que é responsável pela aparência de espelho do objeto.

A tolerância de cor representa uma diferença visual aceitável pelo consumidor e é definida para um determinado Espaço de cor, Iluminante e Observador.

Apesar de todas as tentativas e experiências diárias com a cor, não existe uma escala física para medir as cores, dificultando assim suas diferenciações. Ao longo da história, vários métodos foram criados para avaliar as cores numericamente. A CIE – Comissão Internacional de Iluminantes, criou um dos métodos mais utilizados no mundo.

O espaço de cores L * a * b *, criado em 1976, para fornecer diferenças de cores mais uniformes em relação às avaliações visuais.

Lab 1

Os colorímetros e espectrofotômetros são instrumentos para a medição precisa das variações das cores.

Colorímetros

Os colorímetros são instrumentos para o controle da cor que realizam medições através de um sensor “tristímulus”, baseado nas cores primárias percebidas pelo olho humano, vermelho, verde e azul. As medições de cores com sensores tristímulus fornecem a quantidade desses três componentes presentes na luz refletida ou transmitida por um objeto. Esses dados podem ser utilizados para analisar os atributos da cor.

Espectrofotômetros

Os espectrofotômetros são os instrumentos mais sofisticados e precisos para o controle de qualidade e formulação de receitas de cores. Os espectrofotômetros realizam medições de cor com sensores espectrais que medem a refletância ou transmitância espectral de um objeto em todo o espectro visível, em comprimentos de onda entre 400 a 600 nm.

A Konica Minolta Sensing fornece uma grande variedade de instrumentos e softwares para a medição de cor, como o espectrofotômetro de bancada CM-5, projetado para avaliar a cor de amostras opacas, translúcidas e transparentes nas mais variadas aplicações e o colorímetro CR-400, projetado para avaliar a cor de objetos com superfícies lisas e uniformes.

Blogs de Medição de Cor


Blogs de Medição de Luz & Monitores


Privacy Preference Center