Construindo com luz – O future da Ciência da Luz


A ideia de se criar matéria física usando a luz pode parecer obra de ficção científica envolvendo sabres de luz e outras engenhocas fantásticas, mas não está tão longe assim como você pode imaginar. Físicos teóricos do NIST – National Institute of Standards and Technology, deram um grande passo na construção de objetos por fótons, as partículas da luz.

Essas tentativas de se “construir” com luz não são novas. Na verdade, em 2013, colaboradores do MIT e da Harvard descobriram que eles podiam unir dois fótons, um em cima do outro, enquanto eles se movimentavam.

Agora uma publicação pendente no Physical Review Letters, descreve como o NIST e a equipe de pesquisa da Universidade de Maryland fez pequenos ajustes no processo de união de fótons e conseguiram colocar os fótons lado a lado. De forma similar ao processo do MIT em 2013, esta é a primeira vez que se pode demonstrar a união de dois fótons separados por uma distância finita. Ao colocar os fótons lado a lado o processo criou efetivamente uma “molécula” de luz.

Apesar de não podermos, do ponto de vista técnico e científico, chamar isso de uma molécula, essa nova estrutura de luz representa o primeiro bloco de construção em potencial de novos sensores de luz, processadores de computador e tecnologia de imagem de alta definição e um ponto de partida de outros revolucionários avanços tecnológicos.

Mas antes de ficarmos muito excitados com a possibilidade de criação de sabres de luz, mais trabalho é necessário para dar a esses modelos teóricos, credenciais físicas. É obvio que essa união de fótons requer condições extremas e são difíceis de se conseguir mesmo em laboratórios. Ao que parece nossos sonhos de nos tornarmos cavaleiros Jedi ainda terão de esperar um longo tempo, mas a continuidade dos testes voltados a revelar os mistérios da luz com certeza levará a novas descobertas sobre a luz e suas funções.

Blogs de Medição de Cor


Blogs de Medição de Luz & Monitores


Privacy Preference Center