Melhores práticas para calcular a média da cor de sua amostra


Quando há muita variação na cor de uma amostra, avaliá-la em relação ao padrão ou comunicar sua cor para os outros torna-se mais complexo. Com a instrumentação de medição adequada, no entanto, os valores podem ser calculados para representar a cor geral da amostra. Esta média de cor é ideal quando se avalia amostras com variação de cor, textura, padrões ou indefinição na sua aparência, como laminados de madeira, pães e tecidos.

Na média estatística as medições são realizadas várias vezes em vários pontos da amostra, então a média é calculada sobre todos os valores medidos. Os valores resultantes são os que melhor representam a cor geral da amostra ou lote. A precisão das medições, no entanto, depende de como a amostra é apresentada para cada medição e das especificações do instrumento de medição da cor. Abaixo estão algumas dicas para manter a consistência para cada medição e obter a melhor representação da cor de uma amostra.

Dicas para medições com média:

  • Use um instrumento de medição de cor com o maior tamanho de abertura possível. Isto permite que uma área maior da amostra seja medida e proporcionará uma melhor representação da cor da amostra.
  • Meça a amostra duas ou mais vezes em vários locais para obter uma boa representação de sua cor. O número de medições e localização das medições dependem do tamanho e forma da amostra.
  • Para amostras translúcidas ou transparentes, dobre a amostra até que nenhuma luz possa passar. As amostras devem ser dobradas o mesmo número de vezes para cada medição. Se a amostra não pode ser dobrada, coloque um fundo padrão por trás da amostra para cada uma das medições. Um fundo de aparência lisa (por exemplo, uma cerâmica branca) é recomendado de forma a não afetar os resultados das medições.
  • Para pós, grânulos ou outras amostras soltas, refils do mesmo lote da amostra são geralmente necessários entre cada leitura de medição para manter as condições consistentes.

Além de consistência na forma como a amostra é preparada e apresentada para cada leitura de medição, especificações instrumentais devem ser definidas. A falta de padrão, bem como outros fatores, podem resultar em erros ou diferenças de cor perceptíveis entre uma amostra e o padrão.

Especificações instrumentais para serem padronizadas:

  • Modelo, tipo e geometria do instrumento
  • Tamanho da abertura
  • Iluminantes padrão
  • Observador padrão CIE
  • Ângulo de visão
  • Espaço de cor

Os métodos utilizados para calcular a média da cor de sua amostra devem ser testados e aprimorados, se necessário, para identificar o método ideal para a sua aplicação. Estas especificações e procedimentos devem ser documentados e compartilhados internamente e em toda a sua cadeia de produção para manter a consistência, precisão e eficiência da cor.

Para saber como avaliar e controlar de forma eficaz a cor de suas amostras através de um processo simplificado e eficiente, clique aqui e fale com nosso especialista em cor.

Blogs de Medição de Cor


Blogs de Medição de Luz & Monitores


Privacy Preference Center