Faróis a laser permitem que motoristas vejam as estradas de uma forma diferente


Houve um barulho considerável sobre os avanços na tecnologia de LED ultimamente, mas isso não significa que essa seja a única área em que a tecnologia de luz está se desenvolvendo. O laser tem sido o material de armas de ficção científica, leitura de CDs e Blu-rays e, ocasionalmente, vídeos engraçados de internet. Agora, a luz de laser está sendo usada em faróis de automóveis para aumentar a visibilidade e o desempenho do farol. Isso deixa muitos consumidores querendo saber sobre a eficácia dos faróis a laser, sua segurança e sua eficiência energética, especialmente nos mais recentes veículos híbridos.

Então, como eles funcionam? Faróis a laser funcionam usando três pequenos lasers azuis apontados para um conjunto de espelhos na frente do sistema de faróis. Os espelhos concentram a luz do laser em uma lente preenchida com fósforo amarelo. O fósforo amarelo quando excitado pelo laser azul emite uma intensa luz branca. A luz branca brilha sobre um refletor que difunde a luz branca pela frente do farol. Esta reflexão e difusão da luz cria um potente feixe de luz que ainda é seguro para os olhos de outros motoristas.

As primeiras avaliações sobre faróis a laser estimaram que eles são cerca de 1.000 vezes mais brilhantes do que os LEDs (uma afirmação chocante se considerarmos como LEDs foram tomando conta do mercado de iluminação automotiva). Se for verdade, os faróis a laser poderiam ser projetados para serem ainda menores que os LEDs porque os sistemas necessários para criar faróis a laser são já menores do que os modelos convencionais de LED. Isso deixa mais espaço sob o capô para designers automotivos aumentarem a potência do motor ou usar o espaço extra para criar um corpo mais aerodinâmico.

Quando se trata de consumo de energia, os modelos de faróis a laser atuais também utilizam cerca de metade da energia que os faróis de LED, tornando-os uma ótima opção para veículos elétricos ou híbridos. Isto significa que os carros elétricos ou híbridos serão capazes de ir mais longe usando menos energia da bateria enquanto recebem mais brilho dos faróis. Além disso, muitos desses sistemas de faróis podem ser combinados com dados de GPS e sensores infravermelhos que irão direcioná-los em curvas. A integração de sensores permitirá que os faróis detectem pessoas, animais ou objetos nas estradas e alertem os motoristas antes do tempo.

Conheça nossos instrumentos para a indústria automotiva, clique aqui.

Blogs de Medição de Cor


Blogs de Medição de Luz & Monitores


Privacy Preference Center